Quatro razões que podem estar atrapalhando seu emagrecimento

Quatro razões que podem estar atrapalhando seu emagrecimento

Conheça outros problemas envolvidos na estagnação da perda de peso

Você vai ao médico ou nutricionista e, depois de um determinado período seguindo corretamente a dieta e se exercitando com frequência, nada de ver o ponteiro da balança cair. Se alguém aí se identificou com a situação, é bom ficar esperto: nem sempre a dificuldade em perder peso depende só de boa alimentação e exercício. Há uma série de fatores que podem atrapalhar esse processo.

Saiba mais: site de emagrecimento

— O mais importante é fazer um diagnóstico da possível causa do ganho de peso e se preocupar com o gatilho — avalia José Alves Lara Neto, vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia.

Ele é taxativo ao afirmar que não é uma dieta de poucas calorias ou algum medicamento que vai operar o milagre da balança:

— É o diagnóstico correto. Se você sabe o que está acontecendo com o indivíduo, pode tratar.

LEIA MAIS
Por que dietas restritivas fazem mal Por que dietas restritivas fazem mal
Qual o custo de uma rotina de noites maldormidasQual o custo de uma rotina de noites maldormidas
Por essa razão, é importante investir em um trabalho multidisciplinar, que envolva nutricionistas, médicos e psicólogos, defende Josiani Pereira, nutricionista da Nutrissoma:

— Quando há essa união, o resultado é muito melhor.

Elencamos alguns dos problemas mais comuns que podem sabotar seu esforço.

Seu metabolismo está baixo
Dieta da sopa, do shake, da proteína, do suco, do chá… a lista de receitas ditas milagrosas para eliminar as incômodas gordurinhas parece infinita. O problema é que, além de pobres em nutrientes, elas acabam deixando o metabolismo lento.

— O organismo se adapta a diminuição de calorias, começa a perder peso e diminui o metabolismo. É uma defesa contra o emagrecimento. No primeiro mês, a pessoa emagrece, no segundo, um pouco menos e, a medida que o tempo passa, fica mais difícil, até o momento em que há o platô (quando o emagrecimento estaciona). Isso é fisiológico — explica o ex-presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Airton Golbert, professor de endocrinologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Sua saúde mental não está bem
A ansiedade é um dos gatilhos para o ganho de peso.

— O paciente chega e diz “sou ansioso”. Essa ansiedade é quando uma situação qualquer gera desconforto e ele procura compensar com o mais rápido e prazeroso, que é o pão, o chocolate, o doce — comenta José Alves Lara Neto, vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia.

Mas, lembre-se: não é a ansiedade que engorda, mas sim o excesso de comida.

O estresse também barra a perda de peso. Com a produção alta de cortisol, o hormônio do estresse, há uma tendência de acumular gordura, especialmente no abdômen.

Você dorme mal
Talvez a resposta para a estagnação da balança esteja no seu travesseiro: problemas de sono estão relacionados a maior tendência de engordar.

— Não há relação de causa e efeito, mas isso gera um desequilíbrio no organismo. Tem muito a ver com o hormônio do cortisol, que depende do hábito de dormir e acordar — explica Golbert.

Além disso, durante o sono é produzida uma série de hormônios importantes, inclusive aqueles relacionados à saciedade. Por isso, de acordo com a nutricionista Josiani Pereira, é comum ver pessoas com problemas de insônia que passarem o dia cansadas, com dificuldade de concentração e com apetite aumentado.

A especialista acrescenta que a insônia é resultado de uma série de fatores. Um deles pode ser a redução da melatonina, o chamado hormônio do sono. Para amenizar o quadro, Josiani sugere a combinação de alguns alimentos com triptofano, aminoácido relacionado à sensação de bem-estar, e outros micronutrientes como cálcio, potássio, magnésio, vitamina B6 para aumentar os níveis de serotonina e melatonina.

— Linguado, salmão, anchova, truta, atum, banana, grão-de-bico, leite, iogurtes naturais, oleaginosas, couve, espinafre, acelga, folhas de nabo e chocolate 70 % podem ser aliados — enumera.

Sua tireoide está alterada
O endocrinologista Airton Golbert afirma que o hipotireoidismo é raro como causa do aumento de peso. Contudo, a doença pode causar inchaço e reduzir o metabolismo, dificultando a perda de peso. Como os sintomas nem sempre são claros, a dica é consultar um médico para fazer o diagnóstico e o tratamento adequado.

Algum medicamento está te atrapalhando

Tomar medicamentos da classe dos corticoides (cortisona) também pode mexer com os ponteiros da balança. Eles fazem com que a pessoa tenha mais fome e ganhe medidas, engordando no rosto e no tórax, mantendo os membros finos.

Leave a Reply